Medida provisória cria o Ministério da Segurança Pública

No dia de hoje, foi publicada a Medida Provisória nº 821/2018, que cria o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Também foi publicada a nomeação de Raul Jungmann como Ministro. 

No cenário político nacional, a Segurança Pública nunca foi tratada da forma que deveria, sendo certo que o atual quadro de insegurança é reflexo de anos a fio do descaso governamental sobre esta importante matéria. 

Tivemos que chegar ao ponto de uma intervenção da Segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro e a índices de criminalidade jamais vistos na história, para que novamente o assunto ganhasse relevância nacional. 

Partimos do princípio do “antes tarde do que nunca”, pois acreditamos que este tipo atitude do Governo Federal, resgata discussões profundas em prol de uma segurança de qualidade. 

A nomeação do Ministro Jungmann, nos parece acertada no momento, pois trata-se de pessoa com vasto conhecimento, que esteve a frente do Ministério da Defesa, que participou ativamente das discussões sobre o ciclo completo de polícia e que sempre esteve disposto ao diálogo, que entendemos ser fundamental no momento. 

Precisamos nos reestruturar, resgatar a dignidade dos nossos policiais, ter maiores investimentos, deixar a sociedade participar mais ativamente das discussões, ouvir os representantes da classe policial de forma séria e acima de tudo, trabalhar de forma árdua para que as melhorias sejam alcançadas, espantando a criminalidade que se instalou no país. 

O SIPESP, sempre presente nas principais lutas, se coloca à disposição do novo Ministério, acreditando na força do diálogo e no trabalho, como instrumentos de mudanças. 

A Diretoria