Governador anuncia “aumento” salarial aos Servidores Públicos

No mês de setembro de 2017 o SIPESP já havia adiantado que o Governador anunciaria um aumento salarial aos policiais civis. 

A notícia se concretizou no início do ano de 2018, onde foi anunciado o aumento de 3,5% para o funcionalismo público de forma geral, sendo 7% para os professores e 4% para os funcionários da segurança pública, a partir de 1º de fevereiro do corrente ano.

Portanto, nós policiais teremos 4% de “reajuste” salarial, que na prática sequer ameniza a nossa situação. Permaneceremos com os salários defasados e sem qualquer perspectiva de melhora, já que possivelmente haverá congelamento de todo e qualquer benefício ao funcionalismo nos próximos anos, por força da aprovação da PL 920/17, que deu origem a Lei nº 16.625/2017. 

A situação da polícia civil é crítica, pois não existe sinal iminente de efetiva valorização, a defasagem de pessoal cresce a cada dia e tivemos, inclusive, cerceado o nosso direito de greve. 

O SIPESP, ciente das dificuldades impostas e temendo a piora do atual quadro, denunciou o Estado Brasileiro na OIT(Organização Internacional do Trabalho) no ano de 2017 e aguarda a solução da demanda naquela Organização. 

Ao contrário do “aumento” anunciado, necessitamos de melhorias efetivas e imediatas, que sirvam para resgatar a dignidade dos nossos policiais. 

A Diretoria