Arquivos da Categoria: Notícias

Governador anuncia “aumento” salarial aos Servidores Públicos

No mês de setembro de 2017 o SIPESP já havia adiantado que o Governador anunciaria um aumento salarial aos policiais civis. 

A notícia se concretizou no início do ano de 2018, onde foi anunciado o aumento de 3,5% para o funcionalismo público de forma geral, sendo 7% para os professores e 4% para os funcionários da segurança pública, a partir de 1º de fevereiro do corrente ano.

Portanto, nós policiais teremos 4% de “reajuste” salarial, que na prática sequer ameniza a nossa situação. Permaneceremos com os salários defasados e sem qualquer perspectiva de melhora, já que possivelmente haverá congelamento de todo e qualquer benefício ao funcionalismo nos próximos anos, por força da aprovação da PL 920/17, que deu origem a Lei nº 16.625/2017. 

A situação da polícia civil é crítica, pois não existe sinal iminente de efetiva valorização, a defasagem de pessoal cresce a cada dia e tivemos, inclusive, cerceado o nosso direito de greve. 

O SIPESP, ciente das dificuldades impostas e temendo a piora do atual quadro, denunciou o Estado Brasileiro na OIT(Organização Internacional do Trabalho) no ano de 2017 e aguarda a solução da demanda naquela Organização. 

Ao contrário do “aumento” anunciado, necessitamos de melhorias efetivas e imediatas, que sirvam para resgatar a dignidade dos nossos policiais. 

A Diretoria

Nota de solidariedade aos policiais do Rio Grande do Norte

O SIPESP, através de toda a sua diretoria, presta toda a solidariedade aos policiais ( civis e militares ) do Estado do Rio Grande do Norte, que bravamente lutam por condições mínimas de trabalho. 

A Justiça, sempre lenta quando envolve questões contra o Poder Público, agiu rapidamente na questão e determinou o retorno imediato dos policiais ao trabalho, desprezando a situação por que passam, com salários atrasados e sem qualquer perspectiva de regularização.

Vivemos em um Estado Democrático de Direito, que deveria garantir o mínimo de dignidade aos servidores públicos, especialmente aos policiais que zelam pela segurança da sociedade.

A situação vista atualmente no Estado do Rio Grande do Norte é reflexo do descaso e da péssima gestão dos recursos públicos, onde somente os servidores e a sociedade é que pagam a conta.

A luta dos Policiais do Estado do Rio Grande do Norte também é nossa luta!!!!

A Diretoria

Presidente do SIPESP participará de debate sobre a crise da Segurança Pública no estado de São Paulo

No dia de hoje, o presidente do SIPESP, João Batista Rebouças da Silva Neto, estará presente na ALESP, atendendo ao convite do Deputado Estadual Fernando Capez, para debater a crise na Segurança Pública no Estado de São Paulo.

O presidente do SIPESP, levará ao conhecimento dos presentes, as dificuldades enfrentadas pelos policiais civis em nosso Estado, impostas pelo descaso do Poder Público ao longo das últimas décadas.

A Diretoria

A Carta de São Paulo

Aos 23 dias do mês de novembro de 2017, os policiais civis dirigentes sindicais de base estadual de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Santa Catarina, reunidos em Assembleia, decidem por unanimidade, pela convocação de todos os policiais civis de seus respectivos estados para participarem da “OPERAÇÃO POLICIAL OCUPA BRASÍLIA” no próximo dia 06/12/2017 em defesa das nossas prerrogativas e dos nossos direitos previdenciários contra a PEC 287.

A participação de cada um é fundamental para a garantia de nossas conquistas.(diligências e caravanas, favor entrar em contato com a direção das respectivas entidades).

Se o Governo não nos respeitar ele verá e sentirá a indignação e disposição do policial na defesa da nossa carreira, dos nossos salários, da nossa família e da sociedade.

JOÃO BATISTA REBOUÇAS DA SILVA NETO
Presidente do SIPESP

DENILSON MARTINS
Presidente do SINDPOL/MG

JORGE EMÍLIO LEAL
Presidente do SINDIPOL/ES

EMERSON LOPES AYRES
Presidente do SINPOL/RS

ANDERSON VIEIRA AMORIM
Presidente do SINPOL/SC

ALEX GALVÃO
Diretor do SINPOL/DF

Representantes da Polícia Civil se reúnem em São Paulo

No dia de ontem, 23/11/2017, estiveram reunidos na sede do SIPESP, representantes de seis sindicatos da polícia civil, sendo eles: SIPESP, representados por seu presidente João Batista Rebouças da Silva Neto e sua diretoria, SINDPOL/MG, representados por seu presidente Denilson Martins e sua diretoria, SINDIPOL/ES, representado por seu presidente Jorge Emílio Leal e sua diretoria, SINPOL/RS representado por seu presidente Emerson Lopes Ayres, SINPOL/SC representado por seu presidente Anderson Vieira Amorim e sua diretoria e SINPOL/DF, representado pelo diretor Alex Galvão.

Os representantes classistas, atenderam o convite do presidente do SIPESP e debateram sobre o atual momento da polícia civil brasileira e a necessidade de ações conjuntas para melhoria da classe.

A primeira de muitas outras ações, foi a confecção da “Carta de São Paulo”, para a convocação de todos os policiais civis de seus respectivos estados para participarem da “OPERAÇÃO POLICIAL OCUPA BRASÍLIA” no próximo dia 06/12/2017 em defesa das prerrogativas policiais e dos nossos direitos previdenciários contra a PEC 287.

A Diretoria

Pedido de ajuda a um associado do SIPESP

Joraci de Campos, associado do SIPESP, está internado no Hospital do Servidor Público e está pedindo aos familiares, amigos e colegas de trabalho uma simples doação de sangue.

Quem tiver condições e disponibilidade, é só comparecer no Hospital do Servidor Público na Av. Ibirapuera, 981 – Vila Clementino, São Paulo – SP.

Nome Joraci de Campos
Prontuário 1296602
17º andar, setor C, leito 2

Governo anunciará a contratação de novos policiais civis

No dia de hoje será anunciado um pacote de medidas para a Polícia Civil, dentre as quais, a nomeação de todos os aprovados no último concurso da polícia civil, a abertura de novo concurso, entrega de novas viaturas e a reforma da garagem “Alfredo Issa”, que custará pelo menos 20 milhões de reais. 

Evidente que o anúncio trará um certo alívio, amenizando a situação dos nossos policiais, que devido ao déficit de pessoal, estão cumprindo desumanas escalas de serviços, especialmente no interior. 

Contudo, até o momento, não temos informações sobre o tão aguardado aumento de salário, em total afronta à nossa data base que ocorre todo mês de março de cada ano e à própria constituição que garante a reposição salarial anual a todos os servidores públicos. 

O que temos no horizonte são os PL 920/17 e PL 921/17, que na prática congelará todo e quaisquer benefícios para as carreiras, inclusive os nossos salários, de forma que, temos que nos mobilizar para evitar a aprovação dos mesmos. 

Temos a nítida impressão que o governo nos dá com uma mão e nos tira com a outra, de forma que permaneceremos sem investimentos no policial, para que possamos trabalhar com o mínimo de dignidade. 

O SIPESP, na tentativa de suprir a omissão do executivo, há alguns anos, ingressou com ação de reposição salarial, que encontra-se o STF, com repercussão geral, aguardando julgamento. 

Não podemos nos contentar com anúncios e promessas vazias, temos que lutar pela nossa efetiva valorização e assim, resgatar um pouco da nossa dignidade. 

A Diretoria

Para você Governador que nos trata mal – FORA PL 920/17!!

Na pele de polícia não sou pobre, não sou rico, não sou negro, nem branco; eu sou Azul. Já fui preto, já fui camuflado. Nas fileiras da instituição, só vejo essas cores. Às vezes me deparo com o vermelho do sangue e o preto da morte! Também sou louco, pois só os loucos correm em direção ao perigo. Sou injustiçado pelos que defendo e sirvo, então reclamo da falta de valorização e dos que odeiam minha profissão. Logo chego à conclusão de que não vale a pena e me revolto! Mas de repente escuto no rádio: “Roubo em andamento” Vamos…Vamos…VAMOS!!! Me transformo e percebo que diante do perigo, esqueço-me de tudo, de imediato tudo volta a valer a pena! Pois está no sangue e na alma. Então me lembro do juramento, esqueço-me dos que me maltratam, esqueço que posso morrer e me deixo ser levado pelo instinto, pela sede de justiça, pelas lágrimas dos inocentes e pela raiva dos justos. Os olhos se fixam à procura do inimigo! O corpo passa a me transmitir calafrios. A adrenalina se sobrepõe ao medo, me dando coragem. A ansiedade para encontrar o inimigo é gigante! Então, de frente com o algoz, conheço o verdadeiro demônio! Seu olhar é frio e cheio de maldade. Sei que tenho que ser mais rápido e mais esperto que ele. Tenho frações de segundos para decidir o que fazer e ter atitude. De repente, tiros disparados!! Gritos, sangue… Graças à Deus estou vivo e ileso! O Demônio, caído ao solo, em seus últimos suspiros, percebe que estava no caminho errado. Graças à Deus vou poder ver as pessoas que gosto novamente! Diante dos agradecimentos das vítimas, volto à refletir e com apoio dos colegas, examino a situação. Só então, percebo o risco que corri e as loucuras que fiz por quem eu nem conhecia!!

Sou Policial com muito orgulho!

Fonte Colega Eustáquio-RJ

SIPESP presente na Assembléia Legislativa contra a PL 920/2017

Convocação

O SIPESP convoca todos os seus sindicalizados e policiais civis, a participarem da Audiência Pública no dia 26/10/2017 e da mobilização de todos os servidores públicos no dia 27/10/2017, contra os Projetos de Lei nºs 920/17 e 921/17. 

No dia 26/10/2017, às 14:00hs, no Plenário “Juscelino Kubitschek” da ALESP, haverá a Audiência Pública, para discutir os projetos e portanto, a participação de todos é muito importante. 

No dia 27/10/2017, todos os servidores públicos promoverão um ato conjunto contra os projetos e cada seguimento do funcionalismo se reunirá em um local que seja mais conveniente e se encontrará no vão livre do MASP às 18:00hs. 

Deste modo, ficou acordado, que os policiais civis, se concentrarão às 13:00hs em frente a Delegacia Geral e após rumaremos para a Avenida Paulista, onde nos encontraremos com os demais servidores. 

Não esperem que os sindicatos e associações de classe resolvam a situação sozinhos, pois não temos esta força, infelizmente. 

Precisamos da vontade, coragem e do empenho de cada um de vocês, para juntos, impedirmos a falência do serviço público em nosso Estado. 

Não percam esta oportunidade, pois o futuro do funcionalismo público está em jogo. 

A Diretoria