Ausência de uma política séria de segurança pública é reflexo das nossas condições atuais

Estamos em ano eleitoral no país e até o momento, não vimos dos nossos políticos, nenhuma ação que possa trazer melhorias significativas para a segurança pública. 

A melhoria que a sociedade almeja está na segurança propriamente dita, no exercício pleno do direito constitucional de ir e vir, sem que tenha que se preocupar ou se enclausurar em seus domicílios em busca de segurança e que os criminosos paguem efetivamente pelos seus crimes. 

Já os nossos policiais, necessitam de maior efetivo, de salários compatíveis com a função, de condições dignas de trabalho, para que possam exercer plenamente as suas funções. 

No Estado de São Paulo, a Polícia Civil sofre com a defasagem de pessoal e com as péssimas condições de trabalho imposta por um Governo que é incapaz de dialogar seriamente sobre os problemas e sem apresentar qualquer plano capaz de resgatar de uma vez por todas a instituição, que há anos sofre com o descaso. 

Ao invés de solução, vemos a todo o momento, policiais sendo desviados de suas funções, pelo deficit de pessoal, Delegacias de Polícia sendo fechadas, ausência de efetiva investigação de crimes, o que traz graves prejuízos à sociedade. 

Após anos sem qualquer melhoria salarial, houve o anúncio de “aumento” de 4% para os policiais civis, que na prática pouco altera a sua remuneração e nem sabemos se realmente virá, pois sequer houve votação pelo Legislativo. 

E o problema não é regional, é nacional, pois encontramos problemas, em maior ou em menor escala em todos os Estados, sendo que em alguns, sequer possuem ao certo um orçamento capaz de honrar os salários mensais dos nossos policiais. 

Somos vítimas da ausência de políticas sérias de segurança pública, que há anos passam despercebidas por nossa classe política e por isso estamos enfrentando tantas dificuldades. 

Os nossos policiais também devem se mobilizar, para que possamos mudar o atual cenário, participando ativamente dos movimentos e enfrentando as dificuldades impostas de frente, sem qualquer restrição. 

A entidade classista apenas fornece o suporte, mas a mudança que tanto almejamos passa pela coragem e empenho de todos. 

A Diretoria